domingo, 24 de fevereiro de 2008

Herbst*

Herbst

Ele parecia um sonho inadequado para aquele sonhador.
E toda dor que ele guardava foi derramada.
E ele não sabe o quê fazer, não sabe o quê fazer quando não está triste.
A punição é tudo para ele...
Como um pesadelo inacabado...
Algo para se acreditar...
Ele é um mito...
Só precisa do sonhador para realizar-se.
Mas ele não sabe o que fazer quando o outono chega...
E tudo que ele vê são folhas...
Em todo seu caminho há folhas...
E em meio estas, ele se enterra...
Buscando seu âmago, onde a paz desfalece...
Ele não sabe o quê acontece...
Ele só vê as folhas que caem...
E ao longe, os olhos de uma criança segurando uma bola.
Ela não é real...
Ele pode fazê-la real.
Ela deixa cair a bola e, em segundos, as folhas cobrem o corpo do sonhador.

(Lady Bel Nepthuny)
*Lady... Sister of Saturno
:)

Nenhum comentário: