sexta-feira, 7 de março de 2008

Paralepípedo Molhado

Paralepípedo Molhado

Por favor meu Amor
Traga o anoitecer,
Não posso mais suportar
Esse extenso dia...
Encontre em mim
O que perdi
Pelo caminho
De profundas idas...
Não deixe-me
Pensar que estou
Realmente só
Em mim...
Respire em minha boca
O ar que esqueci
Pelas asfixias
Sufocantes do tentar ser...
Por favor meu Amor
Me deixe morre
Lentamente como a lágrima
Que jamais deixaste cair...

(Saturno)
Love

Nenhum comentário: