quinta-feira, 8 de janeiro de 2009

Nobre Senhorita

Nobre Senhorita

Dear Lady...
Quando Deus
Concedeu
A esta Terra
A criação
Das palavras,
Desde muito
Seu sorriso
Calado
Por aqui
Já perambulava
Pelas cores
Das flores...
E quando
Me desaguo
Em pranto,
É todo o desespero
Que meu Amor criança
Sente em não conseguir
Abraçar a Vida
Na sua amplitude
Em si...
Em ti...
Em mim...
É todo
Um silêncio
Que ainda não calo
Na aflição
De buscar
Ouvir e viver
O Eco de Deus
Que somos
Todos nós...
No enquatno
Silêncio
Que sorri
Em todas
As flores
Que colorem
À Vida.

(Saturno)
Jesus Amor

Nenhum comentário: